Em formação

Robôs cuidando das plantas

Robôs cuidando das plantas



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Robôs cuidando das plantas

O futuro da agricultura está aqui

Um robô no campo em breve será uma visão normal para os agricultores na Holanda. Uma máquina de colheita automatizada está a caminho. À medida que esta máquina está sendo construída, será o primeiro robô a cuidar de plantas em um campo comercial no mundo.

Há alguns anos, antes do início deste projeto, um grande grupo de pesquisadores da Universidade de Wageningen (WU) e do Rijksoverheid (Ministério da Agricultura holandês) se reuniram para discutir o papel dos robôs na agricultura. No final, os pesquisadores decidiram construir um novo robô que pudesse cuidar de plantas em um campo comercial.

Este robô é o resultado desta decisão e é chamado de Automated Agriculture Robot (AAR). O robô foi construído por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Wageningen e do Rijksoverheid.

AAR ainda não é totalmente automatizado. Por enquanto, ele precisa ser operado pelo agricultor e o robô ainda precisa ser programado. O robô é equipado com uma câmera que tira fotos das plantas e um sensor que mede sua altura. O robô então decidirá quais plantas colher.

O robô AAR é capaz de colher apenas as flores e frutos das plantas. Isso significa que as folhas serão deixadas para trás. As folhas serão usadas para alimentar as plantas. Isso significa que o robô AAR é apenas um robô que pode colher.

O robô AAR tem como objetivo colher 10% da safra em um campo comercial. Esta é uma porcentagem significativa em comparação com a colheita de robôs convencionais.

O robô AAR é o resultado de um projeto de pesquisa chamado Smart Harvesting Robot (SHR). Os pesquisadores decidiram construir um robô de colheita que pudesse colher as plantas.Os pesquisadores também decidiram usar um pequeno veículo em vez de um trator para mover o robô pelo campo.

No passado, os pesquisadores tentaram desenvolver um robô de colheita que pudesse colher muitas plantas. Nesse caso, um robô de colheita que pudesse colher 100% das plantas em um campo teria sido um marco importante. No entanto, os pesquisadores perceberam que isso não era possível com a tecnologia disponível na época.

Os pesquisadores perceberam que precisavam primeiro construir um robô que pudesse colher muitas plantas antes de decidir construir um robô que pudesse colher 100% das plantas em um campo.

No início, os pesquisadores usaram o tempo que tinham antes que o robô AAR estivesse pronto para fazer um teste de campo. Eles usaram esse tempo para testar o robô de colheita. Os pesquisadores colocaram esse robô de colheita em um campo na Holanda e o usaram para colher algumas plantas.

O robô de colheita foi bem sucedido na colheita de muitas plantas neste campo. Os pesquisadores perceberam que seria possível usar esse robô de colheita para colher um grande número de plantas em um campo.

Os pesquisadores perceberam que poderiam usar esse robô de colheita para colher uma porcentagem significativa da colheita em um campo comercial.

Os pesquisadores decidiram que seria melhor usar o mesmo robô que havia sido usado para colher plantas em um campo. Os pesquisadores sabiam que era o melhor robô de colheita disponível. Os pesquisadores também decidiram usar um pequeno veículo em vez de um trator para mover o robô de colheita pelo campo.

Essa decisão de usar o mesmo robô de colheita também foi motivada pelo fato de o robô de colheita ter sido testado em campo. Os pesquisadores sabiam que o robô de colheita havia sido testado em um campo onde havia muita variação nas colheitas. Os pesquisadores estavam certos de que o robô de colheita seria bem-sucedido quando fosse usado para colher muitas plantas em um campo.

No caso do robô AAR,